Procafé Atende - Colheita, preparo e qualidade do café

Município: 
Franca
Estado: 
SP
Talhao de Catuai em espaçamento de 1,5x0,5 com safra zero e com colheita seletiva e secagem no terreiro suspenso. Mao de Obra familiar

 

Resposta:

Senhor Igor, diz ter  um sitio pequeno e gostaria de saber se compensa fazer micro lotes sendo que o sitio tem apenas 2 alqueires e esta situado a cerca de 1140 a 1186 metros. Talhao de Catuai em espaçamento de 1,5x0,5 com safra zero e com colheita seletiva e secagem no terreiro suspenso. Mao de Obra familiar. Nós atendemos dizendo que a variedade e o espaçamento sendo os mesmos e a variação de altitude muito pouca, acreditamos que, com os cuidados que adota, como a colheita seletiva, uniformizando a matéria prima,  toda a produção de café deva ter a mesma característica de qualidade, não compensando, assim, fazer separações. Matiello

Município: 
Botelhos
Estado: 
MG
Têm dias que o café molha no terreiro e não para de chover. Aí fica a dúvida: o café deve ser mexido normalmente de hora em hora? deve ser enleirado? Ficamos sempre na dúvida pois como o café está muito molhado, a moto não roda bem e o trator despolpa muito. Então peço a ajuda dos senhores e agradeço a atenção. Grande abraço. Flávio F Miranda de Botelhos-MG.

 

Resposta:

Senhor Flavio, diz que gostaria de saber se em dias de chuva, o café que está molhado no terreiro precisa ser rodado? Se sim, quantas vezes e de quanto em quanto tempo. Nós atendemos dizendo que não precisa, pois a rodagem do café é pra expor melhor os frutos ao sol e ao vento. Chovendo não vai haver sol e o vento seria úmido, portanto não resultaria. Enleirar sim, pode, pra evitar  carregamento do café pelas chuvas e, depois, o café deve ser aberto após o secamento do terreiro. Matiello.

Município: 
Nova Rezende
Estado: 
MG

 

Resposta:

A umidade pra retirada do secador, com o café ainda quente, pode ser de 13-14%, pois el, até esfriar, pode perder 1-2% da umidade> Matiello

Município: 
Campos Altos
Estado: 
MG
Boa tarde! Quero plantar uma área com a cultivar Arara na região de Campos Altos, a 1215m de altitude e como aqui nossa colheita já é naturalmente tardia, meados de julho, gostaria de saber se não haverá problemas de colheita muito atrasada com essa variedade que tem característica tardia. E também gostaria de saber se é uma variedade de difícil colheita com frutos muito “agarrados” assim como o catiguá mg-2. Desde já agradeço!

 

Resposta:

Senhor Gustavo, diz que quer plantar uma área com a cultivar Arara na região de Campos Altos, a 1215m de altitude e como aqui nossa colheita já é naturalmente tardia, meados de julho, gostaria de saber se não haverá problemas de colheita muito atrasada com essa variedade que tem característica tardia. E também gostaria de saber se é uma variedade de difícil colheita com frutos muito “agarrados” assim como o catiguá mg-2. Nós atendemos dizendo que , de fato, a maturação do Arara é tardia, porem outras características positivas dessa cultivar superam este aspecto, sempre combinando com outros materiais de maturação mais precoce. Quanto à colheita mecânica, estando os frutos bem maduros a colheita é tranquila. Matiello

Município: 
Conceição da aparecida
Estado: 
MG

 

Resposta:

Senhor Renato, diz que só joga fertilizante do lado de cima do pé de café, por que é ladeira e notou que desse lado as raízes estão poucas e doentes, enquanto do lado de baixo as raízes estão saudáveis e em quantidade . Usa, normalmente, adubo 20-05-20 com nitrato. Nós atendemos dizendo que não existe razão conhecida pra problemas relacionados com o uso de adubos e existência de raízes em cafeeiros. Sabemos que do lado de cima do declive as plantas de café possuem mais raízes, em parte por que elas se firmam no terreno através delas. Parte poderia ser devida à maior concentração de adubos, principalmente o fósforo, ali naquela região. Acontece que os adubos aplicados se difundem para o lado de baixo, nocaso dos nutrientes Nitrogenio e potássio e, no caso do fósforo a própria arruação/esparramação também ajuda na sua re-distribuição. Do lado de cima, temos visto que existe maior acidez e maior concentração de alumínio no sol, necessitando de mais calagem. Talvez esse aspecto esteja prejudicando as raízes, porem seria uma coisa a estudar melhor. Matiello 

Município: 
Alfenas
Estado: 
MG

 

Resposta:

Senhor José Antonio, O uso do etrehl poderia, sim, auxiliar na melhor bebida, desde que coincidisse a colheita em período mais seco. Veja ai o seu caso, se isso pode acontecer. A antecipação da colheita e a obtenção de frutos maduros em maior escala, sua separação em lavadores e o descascamento (CD), com certeza podem ajudar a fugir da bebida rio. Matiello

 

Município: 
Lajinha
Estado: 
MG
Boa tarde estamos quase chegando no período da colheita e com ela devemos ter todo o cuidado para não perdermos a qualidade do nosso produto.Tendo em vista que estamos sempre tendo uma maturação bem desigual causando problemas com a seca dando bastante cafés escrepados. Sempre faço da seguinte maneira deixo o café no terreiro por aproximadamente uma semana para que ele possa murchar depois o coloco no secador com uma temperatura de mais ou menos 90 graus que dará 40 graus na massa e por necessidade em quanto não der ponto não é desligado o secador tenho tido problema co cafés escrepados pois mesmo o café dando uma primeira murcha no terreiro ainda permanece muitos grãos verdes devido a maturação desuniforme, algumas pessoas me dizem q ao colocar o café no secador eu deveria coloca-lo para rodar uma umas 12 horas só com vento e depois colocar o fogo isso realmente se faz necessário e ira me ajudar a diminuir a quantidade de café escrepado. Agradeço.

 

Resposta:

Senhor Juscelino, diz que está quase  chegando no período da colheita e com ela devemos ter todo o cuidado para não perdermos a qualidade do nosso produto.Tendo em vista que estamos sempre tendo uma maturação bem desigual causando problemas com a seca dando bastante cafés discrepantes. Sempre faço da seguinte maneira deixo o café no terreiro por aproximadamente uma semana para que ele possa murchar depois o coloco no secador com uma temperatura de mais ou menos 90 graus que dará 40 graus na massa e por necessidade em quanto não der ponto não é desligado o secador tenho tido problema pois mesmo o café dando uma primeira murcha no terreiro ainda permanece muitos grãos verdes devido a maturação desuniforme, algumas pessoas me dizem q ao colocar o café no secador eu deveria coloca-lo para rodar uma umas 12 horas só com vento e depois colocar o fogo isso realmente se faz necessário e ira me ajudar a diminuir a quantidade de café escrepado. Nós atendemos dizendo que uma maneira adequada para reduzir o diferencial de umidade, entre os variados tipos de frutos colhidos, é a previa lavagem e separação dos mesmos, podendo ou não ser acoplada a despolpa. Assim, de inicio junta os frutos com teôres semelhantes de umidade. Depois é só adotar o que propões de dar um tempo no terreiro, pra reduzir e uniformizar ainda mais os frutos e uma secagem lenta, como propões. Caso tenha tempo e secadores disponíveis, poderia melhorar com um descanso em tulha auxiliar e depois voltar ao secador, mais adiante, mas isto nem sempre é possível. Matielllo

Município: 
Monte Belo
Estado: 
MG

 

Resposta:

Senhor Gervásio, diz que tem uma lavoura de 40 000 pés de café catuaí vermelho 144 que a cinco anos bebe rio. Sua localização é de baixa altitude com muita neblina. Gostaria de  saber se adquirindo um lavador o cereja iria beber bem ou teria que descascar também. Nós atendemos dizendo que conhecemos bem sua situação junto à bacia de furnas, onde a umidade alta prejudica a bebida do café. Pra minimizar este problema teríamos 2 indicações. A 1ª seria usar umas 2 aplicação de fungicida à base de estrobilurina, como o Comet a 0,8 L por há, que reduz os fungos de fermentação. A última deve ser feita uns 40 dias antes da colheita. A 2ª como diz seria separar o café cereja, no lavador, sendo o ideal, em seguida, despolpa-lo, porem, caso não queira despolpar deve secar o mesmo rapidamente, assim não dará bebida ruim. Matiello

Município: 
Nova Resende
Estado: 
MG

 

Resposta:

Senhor Primei, nós também tivemos essa dificuldade sua. Encontramos tela preta de plástico em casa de rações ou de aves, pois ela substitui a tela de arame usada, justamente, em galinheiros. Outra opção é em casa de materiais de construção que possuem uma tela preta com buracos quadrados, também boa. Matiello

Município: 
Aguanil
Estado: 
MG
Bom dia, em uma pequena propriedade de ate 10 ha de café, não dispondo de terreiro pavimentado, qual seria a melhor opção? Terra batida ou na lona, e caso seja na lona, em qual parte, na preta ou na branca?

 

Resposta:

Senhor Carlos, Diz que tem uma pequena propriedade e busca uma alternativa à construção de terreiro pavimentado, perguntando se é malhor de chão batido ou de lona, esta se preta ou branca. Nóa atendemos dizendo que ambas são viáveis, melhor sendo a combinação de terreiro de chão que é bom no inicio da seca, mas ruim no final. Neste período a lona, a preta, por esquentar bem e podendo cobrir o café à noite seria uma boa alternativa. Ultimamente, pra aumentar a resistencia da ona, existe uma boa experiencia com o uso de lona preta com uma tela de sombrite por cima. Matiello

Município: 
Boa esperança
Estado: 
MG
Sejá existe alguma recolhedora de café pos colheita com os frutos, e os galhos no esqueletamento tipo safra zero. obrigado

 

Resposta:

Senhor Roberto, pergunta se já existe alguma recolhedora de café pós colheita com os frutos, e os galhos no esqueletamento tipo safra zero. Nós atendemos dizendo que existe, em teste final, uma máquina da TDI, que cortas os ramos, fazendo o esqueletamento, e, ato continuo, debulha os frutos dos galhos, ou seja, ela esqueleta e colhe a planta simultâneamente. Para o caso de esqueletar e recolher os galhos, com os frutos, do chão, existe a MIAC, que possui uma boca recolhedora, ou um lençol que os galhos são depositados e ela, ao recolher o lençol vai “comendo” os galhos e retirando deles os frutos. Matiello

Município: 
Boa Esperança
Estado: 
MG
Ola tudo bem , tenho uma propiedade em Boa Esperança com 12 ha de cafe, e minha produçao anual e de 400 a 500 sacas, Numca tive problemas com a bebida do meu cafe,mais penso em despoupar,seria viavel,qual o custo para implantar e tenho mercado facil?

 

Resposta:

Senhora Ana,  Diz que tem uma propiedade em Boa Esperança, com 12 ha de café, e sua produção anual é de 400 a 500 sacas, Nunca tive problemas com a bebida do meu café, mas penso em despolpar. Pergunta se seria viável, qual o custo para implantar e se tem mercado fácil.

Nós atendemos começando pelo final. O mercado existe e paga um pouco mais pelo despolpado, no entanto, a senhora só conseguirá despolpar uma parte do seu café, pois irá colher de uma só vez e despolpará apenas o café maduro. No geral, um bom numero é despolpar cerca da metade da colheita total. Nesse sentido, da outra parcela que não despolpa vai tender a dar um café pior, principalmente em peneira e, até na bebida, pois tirou dele a parcela de cerejas.

Como mesmo diz o despolpamento se torna prioritário para condições onde não se obtém boa bebida, como diz não ser o seu caso. O investimento é de fato um pouco alto, sendo difícil dar um numero pois vai depender da condição que possui. O despolpador vai ser colocado depois do lavador/separador e, mesmo nos equipamentos despolpadores mais modernos, requer certo consumo de água. Para o seu caso precisará despolpar cerca de 20 mil litros de café por dia, o que requer, dependendo do tipo de colheita que fará,  um despolpador mais moderno e que consome pouca água seria, da Pinhalense, o Eco super com capacidade de despolpar 7000 L de café por hora ou, ainda, o Econoflex 6, com capacidade de 4000 litros/ha. A senhora pode ver junto aos representantes desta ou de outra empresa os valores dos equipamentos. Matiello

Município: 
Camacho
Estado: 
MG

 

Resposta:

Senhor Carlos, sua indagação é difícil de ser atendida de modo satisfatório, pois a piora na qualidade do café é quase impossível de ser revertida,  devendo as medidas serem preventivas e não corretivas. No entanto, algo pode ser feito para minimizar os estragos. Primeiro, aplicar substâncias desinfetantes no café no terreiro, como o cloro, o Fegatex e o fungicida Comet, para evitar a proliferação de fungos que depreciam a bebida. No caso do Comet o ideal e permitido é a sua aplicação ainda na lavoura, cerca de 30-40 dias antes da colheita. A outra coisa é proceder a secagem, em secadores o mais pronto possível, e, por último, caso possua, passar o café no despolpador ou descascador de cereja, todas as frações, principalmente o boia, assim tirará o efeito da casca sobre o escurecimento no grão de café. Matiello

Município: 
Jacutinga
Estado: 
MG
Fiquei com uma dúvida em relação ao fegatex, se usado, ele não pode atrapalhar fermentações 'boas' que possam acontecer no café? e qual a hora certa da aplicação do produto?

 

Resposta:

Senhor Antonio, Diz que tem duvidas quanto ao uso do Fegatex no terreiro, indagando como deve ser usado e se ele não pode atrapalhar fermentações boas. Nosso entendimento é no sentido de que o Fegatex age apenas em curto prazo, ou seja, tem pouco efeito residual. Ele atua como um desinfetante, porem seu efeito passa rápido, desse modo não atrapalharia futuras fermentações, nem as boas nem as más. Deste modo ele deve ser considerado um auxiliar, que ajuda, mas não garante o sucesso sempre.  Não existe uma indicação oficial, bem estudada, para o uso do produto, quanto à dose, à época e o modo e nem do grau de sua eficiência. Alguns produtores que usam preferem colocar no lavador de café, ocasião em que fica mais fácil molhar bem os frutos. Caso não passe o café no lavador poderia pulverizar sobre  os frutos no terreiro o quanto antes após chegarem do campo. Matiello

Município: 
Santa rita de caldas
Estado: 
MG
Tenho um sitio que plantei cafe da variedade catucai 2sl e catucai 785/15, ambas com 7 anos e no espassamento 2,5m x 1m, e nunca consegui bebida dura para melhor sempre e bebida rio e faco a colheita com todos os cuidados,cheguei ate secar amostras na peneira e sempre foram rio. O que posso fazer pra reverter esse problema? Presiso de ajuda? Att Andre

 

Resposta:

Senhor André,

Em sua pergunta diz que está  com problema em uma lavoura de café, plantada com 3 variedades, 2 de Catucai e uma de Catuai, plantadas a 2,5 m x 1m. Diz que estão produtivas e com solo bem adubado.. No entanto, sempre produzem cafés de bebida rio. Pergunta se existe solução para o problema.

Para a resposta primeiro vamos explicar que a causa da bebida rio não está nem nas variedades, nem na adubação. Ela está relacionada com o microclima onde está a lavoura e com os cuidados no pós-colheita.

Veja que a lavoura está situada numa região onde  é comum  obter bebida boa no café – o Sul de Minas. O que pode estar acontecendo é que as lavouras se encontram em uma face ou depressão no terreno em condições muito úmidas. Mesmo , seria possível obter boa bebida caso fizesse ou o despolpamento do café, ou a colheita do café maduro e secasse rapidamente, Outra solução que temos visto melhorar a bebida é a aplicação de um fungicida como o Comet, uma estrobilurina, no inicio da maturação dos frutos, cerca de 30-40 dias antes da colheita, o que evita o aparecimento de fermentações indesejáveis. Matiello

Anexo: 
Município: 
Manhuaçu
Estado: 
MG
sua instalação é de baixo custo também pouco consumo, mas precisamos de informações técnicas para tirar melhor proveito

 

Resposta:

Senhor Carlos,

Temos sim trabalhos, os quais foram feitos faz  alguns anos atrás, com o que chamamos secador barcaça ou de leito fixo. Ele, é, normalmente,  de baixo custo, podendo ser adquirido de construção metálica ou feito na propriedade, com alvenaria. Se bem conduzido o processo nele leva a uma seca adequada do café. Para isso, o essencial é adequar uma fornalha de fogo indireto ou uma simples, de carvão, isso para evitar cheiro de fumaça nos frutos do café. Outro cuidado é  o revolvimento do café de tempos em tempos, para uniformizar a seca. Esta mistura e revolvimento do café  pode ser feito manualmente, com pás, ou através de um sistema de rosca sem fim, este já disponível nos secadores metálicos fabricados na sua região. Não vemos viabilidade, como alguns apregoam, de secar o café, de modo uniforme, sem esse revolvimento, a menos que a secagem seja muito prolongada, com paradas, para que melhore essa uniformidade. Matiello

Município: 
Uberlandia
Estado: 
MG

Resposta:

 

A água residuária do preparo do café é problemática quando é feito o despolpamento. Elas contem alta porcenta­gem de açúcares e material orgânico, que, despejadas diretamente em cursos d'água, causam a rápida redução do nível de oxigênio da água e, consequentemente, a morte dos peixes e de outros inimigos das larvas dos mosquitos.

As soluções para esse problema são: abrir lagoas de decantação (cuidado para que não fiquem próximo ao lençol d’água), para reduzir o despejo de resíduos sólidos; usar menor volume de água no despolpamento, com bombeamento para a recirculação dessa água e tratar os esgotos com cal ou outros produtos alcalinos para acelerar a decantação, ou usar um sistema de filtros bioló­gicos. Uma boa  maneira de usar a água do despolpamento é conduzir esta água para a lavoura de café ou para outras culturas, pois possui boas quantidades de nutrientes. A mucilagem possui proteínas, fibras, carbo-hidratos, açúcares, vitaminas e minerais, possíveis, até, para aproveitamento nutricional em animais. Na adubação as águas residuárias, apesar de muitos terem medo de queima, pode ser usada, em doses adequadas. Experimentos em vasos mostraram que é possível, sem problemas, aplicar até o equivalente a 80 litros por metro quadrado de terreno. Quando se vai aplicando a água em diferentes áreas não existe qualquer risco de dano aos cafeeiros.

Um levantamento feito da água residuária do preparo de café mostrou que as maiores concentrações de nutrientes ocorrem com as águas que passam pelo descascador e desmucilador, sendo muito baixos os teores oriundos do lavador. Foi possível detectar os níveis básicos de : 90-100 ppm de N, 6-8 ppm de P, 200-300 ppm de K, 30-35 ppm de Ca, 9-12 ppm de Mg, 0,2 a 4 pm de Cu, 0,2 a 5 ppm de Zn, 0,6 a 8 ppm de Mn, 6 a 50 ppm de Fe, e 0,2 a 1,5 ppm de B. Outro estudo mostrou que o teor de sódio na mucilagem de frutos é o mais alto entre os minerais, atingindo a 820 ppm.

Pela legislação vigente, o uso de usinas de preparo de café, especialmente as grandes, deve ser precedido de estudo de impacto ambiental. Matiello

Município: 
Andradas
Estado: 
MG
Gostaria de saber qual a dosagem indicada? E já que a aplicação do comet e indicada para evitar a perda de qualidade da bebida do cafe, se acontecer um episodio de chuva na colheita que dure dois ou três dias, esse cafe aplicado comet pode ser enleirado e permanecer por esse dois ou três dias????

 

Resposta:

Senhor João,

O senhor pergunta sobre  a dosagem indicada?  Indaga, ainda, se a aplicação efetuada pode manter o efeito no café enleirado, por motivo de chuva no terreiro.

Nossa orientação se baseia nos ensaios que efetuamos e observamos que existe uma proteção continuada, sem problemas, já que o produto se liga na camada externa da casca dos frutos. Em citrus ficou comprovado que o Comet se mantem por mais de 30 dias atuando na proteção, isso na casca das laranjas jovens, no campo.

Quanto ao uso comercial, lembramos que o produto não possui registro para emprego na pulverização dos frutos, e, sim, na lavoura. Matiello

Município: 
Ipatinga
Estado: 
MG
Os frutos estão com diâmetros em torno de 5 a 10 mm, em sua maioria, e verdes. Os maiores que estes valores já estão maduros, ou quase maduros. Existe, ainda, chance dos verdes madurarem? Qual critéri para se definir a execução da colheita? Além da broca, quais problemas poderemos ter, se os frutos ficarem no pé.

 

Resposta:

Senhor Jésus,

A situação daí parece mesmo estar crítica. A falta de chuvas, no período de granação dos frutos do cafeeiro, leva à formação de grãos pequenos, mal granados, com pouco peso e até completamente chochos.

Para verificar como foi o prejuízo é preciso fazer a colheita de alguns pés, bem representativos, secar e determinar o rendimento café coco/ café beneficiado. Deve-se, ainda,verificar o tipo do café e o seu preço de mercado. Isto deve ser feito pois,, provavelmente, vai resultar muito café escolha. Fazer apenas o teste de frutos que boiam em água não seria suficiente.

Com o resultado do rendimento e da avaliação do preço do café, restaria, então,  ver qual seria, em contraposição, o custo da colheita e do preparo desse café. Caso resulte alguma sobra seria indicada a colheita. Matiello

Município: 
Nepomuceno
Estado: 
MG

Resposta:

Senhor José,

O produto para acelerar a maturação é o Ethrel. Ele se mostra viável quando se faz a colheita mecanizada, pois o café maduro cai mais fácil do que o verde. No entanto, o fruto que estava verde, com o Ethrel, só amadurece por fora, ou seja, a semente ou grão, internamente, vai permanecer verde, e aparecer no café beneficiado como defeito. Por isso, deve-se pensar bem antes de aplicar. Caso seja colheita manual não compensa. Deve-se,  ainda,  cuidar bem da época correta de aplicação e da dose, pois se for em excesso  derrubar também as folhas. Matiello

 

Login no Site

Mapa do Site

Mapa completo   Divulgar conteúdo

 

Copyright © 2018