Veja se é deficiência ou excesso.

Município: 
.
Estado: 
MG

 

Resposta:

Senhor Claudiney,

Como desconfia, poderia, pelos sintomas observados na folhagem, haver confusão entre  deficiência de Mg ou excesso de boro. Observando os dados de análise foliar, dos cafeeiros da área, verifica-se que o nível de Mg está ok e o de boro um pouco alto. No entanto, o exame clinico, como ocorre com a gente, humanos, quando vamos ao médico, prevalece em relação ao exame do laboratório. Verificando os sintomas pode-se afirmar que a clorose entre nervuras na folhagem , mais severa a partir das folhas velhas, é a prova da carência de magnésio. Portanto, a folhagem que foi coletada, ou, mesmo, a época em que foi feita a coleta, não está coerente com os sintomas na folhagem. Assim, a amostra  não está representando a situação atual da lavoura, ou pode ter havido, mesmo, um erro de análise. A situação indicada, que cita se tratar de uma lavoura da cultivar mundo novo e com alta carga reforça a hipótese de ser deficiência de Mg, que é comum nessa condição. Matiello

Dados da análise foliar na área -

N =  3,58 %,  P= 0,12% , K. 1,60%, Ca = 1,73%, Mg = 0,42%, S=0,18%, Fe = 357ppm, Mn = 245ppm, Cu = 28ppm, Zn = 30ppm, Na = 225ppm e  B =156ppm.

 


Login no Site

Mapa do Site

Mapa completo   Divulgar conteúdo

 

Copyright © 2018