sobre a calagem, tenho necessitado realizar calagens anuais, há uma alternativa para reduzir o numero de calagens?

Município: 
manhuaçu
Estado: 
MG
sou da zona da mata de minas gerais (Manhuaçu-MG), região montanhosa, de propriedades de altas altitudes, tenho necessitado, de acordo com a analise de solo de calagens anuais. Gostaria de saber se há uma alternativa segura para não repetir o procedimento anual. Ouvi falar que o uso de gesso agricola na região é perigoso devido a translocação de potassio.

 

Resposta: 

Senhor Cristiano,

Em sua pergunta diz ser da região de Manhuaçu, de cafeicultura de montanha e tem necessitado fazer calagens anuais. Ainda diz que tem ouvido falar que o uso do gesso transloca o potássio.

Pois bem, as análises de solo estão indicando a necessidade de calagem continuada, pois o calcário comum, usado em cobertura, não faz efeito a curto prazo. A segunda razão seria que, mesmo se fizesse esse bom efeito logo, a adubação normal  NPK que usa acaba acidificando novamente o solo.
Assim, considerando essas duas razões,  você teria 2 alternativas. A primeira seria usar uma cal dolomitica,  que corrige rápido o solo. A segunda seria  fazer calagens ,com o calcário comum, apenas a cada 2 anos, dando tempo para que houvesse a reação do mesmo no solo. Alem disso, caso sua lavoura seja em espaçamento um pouco mais aberto e/ou a lavoura ainda estiver nova, você pode economizar usando o calcário apenas numa faixa, junto à linha de cafeeiros. Tudo isto leva em conta que aplicar calcário na montanha dá bastante trabalho.

Sobre o gesso, de fato deve-se ter cuidado, pois o seu uso tende a desequilibrar para o magnéso já que aumenta muito o teor de cálcio. Deste mod, ele deve ser usado se existir alumínio alto na camada de 20-40cm ou seja em profundidade. Mesmo assim, combinar com o uso de fonte de magnésio. Matiello

 

Login no Site

Mapa do Site

Mapa completo   Divulgar conteúdo

 

Copyright © 2018