Correção de solo

Município: 
Araxá
Estado: 
MG
O que ocorre, é que ao fazer o cálculo, considero o PRNT de 80% e a incorporação na camada de 10 cm, visto que o calcário não desce no perfil do solo. Contudo, não consigo elevar o pH para 6,0-6,5. O meu receio é aplicar uma dose alta, como se fosse para corrigir a acidez na camada de 20 cm, e com isso, elevar muito o pH nas camadas superficiais. Poderia me orientar neste sentido? O solo é de textura média, com 22% de argila. Antecipadamente agradeço. Ricardo B. Pereira

 

Resposta:

Senhro Ricardo, diz ter lavouras de Catuai de 8 a 10 anos de idade, e tem  feito a correção do solo com calcário dolomítico, mas de ano pra ano o pH nunca chega aos patamares de 6,0. Devo considerar no calculo a correção para a profundidade de 20 cm?

O que ocorre, é que ao fazer o cálculo, considero o PRNT de 80% e a incorporação na camada de 10 cm, visto que o calcário não desce no perfil do solo. Contudo, não consigo elevar o pH para 6,0-6,5. O meu receio é aplicar uma dose alta, como se fosse para corrigir a acidez na camada de 20 cm, e com isso, elevar muito o pH nas camadas superficiais. Poderia me orientar neste sentido? O solo é de textura média, com 22% de argila. Nós atendemos que a regra é corrigir a camada de 0-20 cm, pois os padrões de comparação que se tem são para essa camada. De fato o pH não se altera rapidamente , pois o calcário se solubiliza lentamente. Alem disso o solo é anualmente acidificado pelos adubos aplicados. Desta forma deve se preocupar com a saturação de bases, pra atingir cerca de 60-70% e esquecer o pH. Lógico que o solo mais saturado de bases també,m vai ter um pH mais alto. Pra corrigir no curto prazo s´´o utilizando um calcário calcinado ou cal dolomitica. Tem razão em não colocar doses muito elevadas de calcário, pois poderia influir no aproveitamento de micro-nutrientes. matiello

Login no Site

Mapa do Site

Mapa completo   Divulgar conteúdo

 

Copyright © 2018