Sobre a Pesquisa

O que impulsiona a pesquisa na Fundação Procafé é o amor e à dedicação de nossos pesquisadores. Curiosidade, critérios de avaliação, horas e horas dedicadas para tabulação de dados, incansáveis estudos para solucionar novos problemas: estes são fatores que caracterizam a força de um pesquisador.

Nossos pesquisadores dedicam-se cada vez mais ao fortalecimento da pesquisa, seja no campo, dando informações para que sejam obtidos resultados precisos, seja na elaboração de projetos.

                              

A tecnologia é a principal responsável pela diversidade dos estudos para evolução da pesquisa.

Tradição na Pesquisa Cafeeira

Seguindo o legado deixado pelos companheiros do ex-IBC, a pesquisa cafeeira segue a todo vapor na Fundação Procafé. Problemas climáticos, ciclo de chuvas irregulares, temperaturas elevadas, estudo de pragas e doenças, novos produtos disponíveis no mercado, são os temas responsáveis pela inovação de ensaios pela equipe da Fundação Procafé.

Tratos culturais; podas; fisiologia; solos; nutrição; variedades; técnicas de manejo, irrigação; estudos de marcadores moleculares; resistência às pragas, doenças e nematóides; biotecnologia e melhoramento genético; colheita são áreas de atuação nas Fazendas Experimentais de Varginha, Boa Esperança e nos campos conveniados de Varjão de Minas, Coromandel, Patos de Minas, Patrocínio, Guapé e outros.

“O nosso desafio com a pesquisa é capacitar o cafeicultor para que consiga identificar melhores soluções para sua lavoura, reduzir seu custo e a partir desse diagnóstico, tenha competência para reduzi-lo e buscar rentabilidade.” José Edgard Pinto Paiva, Presidente.
É possível verificar que a pesquisa científica tem contribuído para a elevação do nível tecnológico dos produtores refletindo no aumento da produtividade e consequentemente na sua rentabilidade. Por isso, a Fundação Procafé tem se preocupado em ser objetiva nas pesquisas, buscando respostas rápidas para os problemas que surgem no dia a dia da cafeicultura.

                                         

“Muitos produtores encontram resposta imediata aos seus problemas, visitando os campos experimentais, conversando com nossos pesquisadores e buscando solução com as tecnologias desenvolvidas”. José Edgard Pinto Paiva - Presidente

A pesquisa do futuro deverá dedicar-se às variedades adaptadoras, resistentes às mudanças climáticas. Outra área que merece grande destaque é o melhoramento genético do cafeeiro. Para os próximos anos, uma das principais metas da Fundação Procafé é a implantação de uma Biofábrica para o desenvolvimento de mudas clonais. 

 

 

 

Login no Site

Mapa do Site

Mapa completo   Divulgar conteúdo

 

Copyright © 2017